[ editar artigo]

Ventura Shopping cria programa de incentivo a microempresários

Ventura Shopping cria programa de incentivo a microempresários

Não é segredo que o sonho de muitos brasileiros é poder empreender, ter o seu próprio negócio dentro de uma área que lhe traga realização profissional, pessoal e financeira. Dados mais recentes do Portal do Empreendedor e Sebrae mostram que o Brasil vem quebrando recordes na criação de novas empresas nos últimos anos, sendo que os microempreendedores se destacam neste processo.

No balanço entre abertura e fechamento de 2020 por exemplo, o país obteve saldo positivo de 2,6 milhões de negócios abertos e encerrou o ano com um total de 18.915.002 empresas ativas. Os pequenos empreendedores estão no topo das estatísticas. Em março de 2020, o país contava com 9.818.993 MEI’s registrados, já em dezembro daquele ano o número alcançou os 11.316.853 de MEI’s registrados, crescimento de 13,23%. No total, foram 1,49 milhão de novas formalizações entre março e dezembro de 2020. Somado às mais de 7,5 milhões de micro e pequenas empresas, esse setor representa 99% dos negócios e 30% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) do país. (Dados divulgados pelo Portal do Empreendedor).

Já em 2021, 3,1 milhões de CNPJ’s foram criados com a opção por MEI, correspondendo a 80% dos negócios abertos no país. Os dados são de um levantamento realizado pelo Sebrae com base em dados da Receita Federal.

De olho neste mercado promissor de novos empreendimentos voltados ao pequeno e médio empresário, o Ventura Shopping, situado no bairro Portão em Curitiba, criou uma linha de relacionamento voltado a atender e facilitar a abertura de uma loja ou prestação de serviço dentro do shopping.

“A ideia é desmistificar que somente com grandes cifras é que você pode ser um empreendedor na área de comercio dentro de um shopping. Isso é possível sim e o Ventura tem oportunizado pequenos empreendedores a realizar seu sonho de ter seu próprio negócio dentro de um espaço que comporta toda a infraestrutura, comodidade, segurança e a capacidade de atração de consumidores”, destaca o superintendente do Ventura, Matheus Vitti de Aguiar.

Em 2021, o Ventura abriu 47 novas operações, sendo que 43 delas de micro e pequenos empreendedores. Neste primeiro semestre o número já alcanço 38. Mas o apetite é ainda maior. Recentemente a administração do empreendimento lançou uma campanha voltada a sensibilizar os candidatos a empreender dentro de um shopping. “Sim, aqui é possível ter o seu negócio, pois os custos são totalmente acessíveis.

Como funciona

O programa oferece apoio ao microempreendedor em três pilares essenciais: - o primeiro pilar contribui diretamente nas questões ‘operacionais’, preparando a loja para entrega com o maior número de itens possíveis como piso, iluminação básica e orientações de hidráulica e elétrica - fatores que pesam na hora de montar uma loja. Em um segundo pilar o shopping abre flexibilidade na aprovação de projetos, orientando práticas para execução dos mesmos, alinhados ao cenário orçamentário do empreendedor.

Como terceiro pilar entra a questão do marketing. Estando em funcionamento é necessário dar apoio para que o microempreendedor possa gerar conteúdo nas redes sociais, busque veicular de forma adequada ofertas nas mídias do shopping bem como receber reciclagem e orientação por meio de workshops de comunicação promovidas pelo empreendimento.

“É um apoio que pode parecer simples, mas que faz toda a diferença para quem está começando sua trajetória dentro de um shopping. Estando com tudo isso alinhado, o empreendedor vai focar na sua gestão e na estratégia de cativar os clientes e realizar vendas e terá muito mais possibilidades de ver seu negócio decolando”, destaca Vitti.

Simone Costa, proprietária da Boutique Nega Linda, está há 6 anos no mercado e há nove meses dentro do Ventura. Com duas lojas e com a fábrica, é a primeira vez que a empreendedora se estabeleceu dentro de um shopping. “Surgiu a oportunidade que se encaixou em nossa visão e foi ao encontro de nossa vontade de empreender dentro de um espaço onde nossa marca pudesse ser vista por diferentes pessoas, em ambiente seguro e com uma estrutura adequada”, destaca Simone. Para a empresária, o diálogo aberto pelo empreendimento é fundamental no momento de tomar a decisão e depois para a saúde do negócio, “é importante que o shopping ande de mãos dadas com o empreendedor, que é de fato quem mantém as operações, essa aproximação, seja no marketing ou até mesmo no dia a dia, sentindo e vivendo as experiências, é de suma importância para o sucesso de todos e isso a gente encontrou aqui no Ventura”.

Para a Professora e Coordenadora do Curso de Administração – UNIFATEC, Camila Puhl é importante que microempreendedor se dedicar parte do tempo em sua estratégia para a montar um bom plano de negócios antes de abrir a sua empresa.

“Muitos empreendedores têm boas ideias para seu negócio, mas não sabem como começar. Uma boa forma de você começar a pensá-lo é realizando um Plano de Negócios – ele é uma ferramenta importante de Planejamento e considera diversos aspectos necessários para a abertura do seu empreendimento. Muitas empresas acabam encerrando suas atividades nos primeiros dois anos por falta de planejamento e conhecimento na área de Gestão e neste aspecto o planejamento é fundamental para vencer essa barreira”, diz a professora.

 

Amo Curitiba
Ler conteúdo completo
Indicados para você