[ editar artigo]

Ticket médio dos imóveis usados residenciais à venda permanece na casa dos R$ 300 mil

Ticket médio dos imóveis usados residenciais à venda permanece na casa dos R$ 300 mil

Dirigente do Secovi-PR explica que os preços destes imóveis devem subir e o momento é o de investir

O ticket médio de venda imóveis usados residenciais em Curitiba fechou o mês de abril na casa dos R$ 300 mil. O dado faz parte da última pesquisa realizada pelo Instituto Paranaense de Pesquisas e Desenvolvimento Imobiliário e Condominial (Inpespar), do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR).

Segundo o vice-presidente de lançamentos e comercialização Imobiliária do Secovi-PR, Luciano Tomazini, este é o momento de investir em imóveis. “Há diversas oportunidades com valor do metro quadrado de R$ 3 mil e que tendem a superar R$ 4 mil à medida que o mercado continue aquecido e a disponibilidade da oferta diminua”, conta. “Imóveis são um investimento de médio e longo prazo, mais seguro do que o investimento em renda fixa”, afirma.

O presidente do Inpespar, Jean Michel Galiano, reforça que a tendência é a de que os preços subirão em breve. “O mercado vai reagir e os preços voltarão a subir, temos diversos exemplos disso no exterior, como o que ocorreu em Miami e Portugal, onde após um período de arrefecimento observamos os preços de imóveis dobrando”, exemplifica.

Segundo o presidente, no caso dos imóveis residenciais à venda na capital paranaense, o mês de abril apresentou queda de 1,1% com o mesmo período do ano passado. Comparando o trimestre desse ano com o mesmo período de 2018, temos uma queda de 2,8%. “Este é um momento bastante bom para comprar um imóvel, pois há oferta ainda está estabilizada e com a diminuição da oferta os preços podem subir”, pontua.

Ticket médio dos imóveis usados residenciais à venda permanece na casa dos R$ 300 mil

Dirigente do Secovi-PR explica que os preços destes imóveis devem subir e o momento é o de investir

Curitiba, maio de 2019 - O ticket médio de venda imóveis usados residenciais em Curitiba fechou o mês de abril na casa dos R$ 300 mil. O dado faz parte da última pesquisa realizada pelo Instituto Paranaense de Pesquisas e Desenvolvimento Imobiliário e Condominial (Inpespar), do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi-PR).

Segundo o vice-presidente de lançamentos e comercialização Imobiliária do Secovi-PR, Luciano Tomazini, este é o momento de investir em imóveis. “Há diversas oportunidades com valor do metro quadrado de R$ 3 mil e que tendem a superar R$ 4 mil à medida que o mercado continue aquecido e a disponibilidade da oferta diminua”, conta. “Imóveis são um investimento de médio e longo prazo, mais seguro do que o investimento em renda fixa”, afirma.

O presidente do Inpespar, Jean Michel Galiano, reforça que a tendência é a de que os preços subirão em breve. “O mercado vai reagir e os preços voltarão a subir, temos diversos exemplos disso no exterior, como o que ocorreu em Miami e Portugal, onde após um período de arrefecimento observamos os preços de imóveis dobrando”, exemplifica.

Segundo o presidente, no caso dos imóveis residenciais à venda na capital paranaense, o mês de abril apresentou queda de 1,1% com o mesmo período do ano passado. Comparando o trimestre desse ano com o mesmo período de 2018, temos uma queda de 2,8%. “Este é um momento bastante bom para comprar um imóvel, pois há oferta ainda está estabilizada e com a diminuição da oferta os preços podem subir”, pontua.

Amo Curitiba
Paula Batista
Paula Batista Seguir

Jornalista, especialista em Ciência Política e Sociologia Política. Graduanda em Direito, trabalha na Agência de Notícias Lide Multimídia e atua comunicação há mais de 20 anos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você