[ editar artigo]

Movimento maker promove experimentação na sala de aula

Movimento maker promove experimentação na sala de aula

Proposta permite que o estudante seja um sujeito ativo no processo de aprendizagem

O movimento maker traz a possibilidade de inovar o ambiente escolar, propondo atividades de criação e investigação na sala de aula. Derivado da cultura do “faça você mesmo”, a intenção é estimular o estudante a buscar soluções criativas e atuar de forma colaborativa, favorecendo o protagonismo.

“Pensar o espaço de aprendizagem é também pensar a forma de se aprender. Quando rompemos com um layout tradicional de ensino, toda a relação educando-educador e ensino-aprendizagem ganha outro formato e os resultados são surpreendentes”, afirma Thiago Luiz Cachatori, coordenador pedagógico do Colégio Marista Anjo da Guarda, de Curitiba. Lá, existe o Espaço Maker, um local aberto a atividades multidisciplinares, onde os estudantes do Ensino Médio podem aplicar esse conhecimento na prática.

Eles dispõem de diversas ferramentas para criar e consruir o objeto de estudo, saindo da teoria e realmente colocando a mão na massa. No Espaço Maker existe desde instrumentos básicos como martelo, prego, canos como aparelhos de última geração como uma impressora 3D, por exemplo.

Cachatori explica que o objetivo é tornar o estudante mais ativo durante o processo de aprendizagem, favorecendo o seu protagonismo em sala de aula. “A intenção do Movimento é estimular que o estudante busque soluções mais criativas, atuando de forma colaborativa”, comenta.

Com essa ideia, cria-se uma cultura de aprendizagem que rompe com a lógica tradicional e envolve toda a escola. O movimento maker permite desde a realização de aulas expositivas até a construção de projetos nos quais o aluno é o protagonista. Desta forma, quanto mais ativo o aluno for no processo de aprendizagem, mais eficaz será a sua construção do conhecimento e compreensão do mundo. A proposta do Espaço Maker é desenvolver não apenas competências curriculares, mas também habilidades que o estudante levará para a vida toda.

Sobre a Rede Marista de Colégios: A Rede Marista de Colégios (RMC) está presente no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante transformação. Saiba mais em www.colegiosmaristas.com.br.

 

Amo Curitiba
Ler conteúdo completo
Indicados para você