[ editar artigo]

Masc Beer Pub chega em Curitiba para reunir os apaixonados por cervejas e homebrewers

Masc Beer Pub chega em Curitiba para reunir os apaixonados por cervejas e homebrewers

Espaço conta com 12 torneiras de chope, com destaque para as cervejarias de Curitiba e região metropolitana, além de rótulos nacionais e internacionais

O Paraná detém 10% das cervejarias independentes do Brasil, segundo o 1º Censo das Cervejarias Independentes Brasileiras, realizado pelo Sebrae. Só 5 estados têm um volume maior de cervejarias: Rio Grande do Sul (20%), São Paulo (18%), Minas Gerais (13%) e Rio de Janeiro e Santa Catarina (ambos com 11%).

Com o propósito de reunir cervejeiros e consumidores, surgiu o Masc Beer Pub no fim de maio, localizado no Alto da Rua XV, em Curitiba. “É um espaço onde cervejarias iniciantes ou as mais antigas do mercado engatam suas produções para proporcionar ao público uma experiência exclusiva, com cervejas de alta qualidade e drinkability. Nosso propósito é centralizar a cultura da cerveja neste espaço”, explica Adriano Gonçalves, um dos proprietários, conhecido como Mascote, de onde deriva o nome Masc.

Historicamente, as marcas paranaenses são reconhecidas e consagradas em concursos nacionais pela qualidade de sua produção, sendo Curitiba conhecida como a capital brasileira da cerveja artesanal. Desde 2012, o estado conta com a Associação das Microcervejarias do Paraná (Procerva), que reúne mais de 40 marcas no estado. O principal polo cervejeiro do Paraná está na Região Metropolitana de Curitiba, onde estão quase três dezenas dos filiados.

Diversidade

O objetivo é oferecer aos apaixonados por cerveja uma variedade de estilos e de marcas locais, nacionais e internacionais. “Nós priorizamos 12 torneiras artesanais de diversos locais do país inclusive as microcervejarias e as ciganas”, ressalta Gonçalves. Cervejarias ciganas são aquelas que não detém fábrica própria, produzindo em espaços profissionais terceirizados.

Além de um local para desfrutar de lançamentos e estilos nas torneiras, o Masc Beer Pub também oferece mais de 60 rótulos de latas e garrafas nacionais e internacionais. “Essas opções oferecem estilos diferentes para degustações ou harmonizações para quem aprecia uma boa cerveja”, destaca Gonçalves. Além do consumo no local os clientes também buscam cervejas com seus Growlers para levar para casa ou em encontros com os amigos.

Em sua inauguração, o espaço reuniu cervejarias de Curitiba, Paranaguá, Rio Negro e Colombo no Paraná, além de Pomerode em Santa Catarina e de Brugge, na Bélgica. Entre os estilos contemplados, estão Lager, Baltic Porter, Helles Bock, English Bitter, American Session IPA, American Pale Ale, Sour Ale, American IPA, New england IPA, Belgian Blond, entre outras.

Espaço para o local

Curitiba mantém diversas histórias de cervejarias, espaços e grupos conectados com a cerveja artesanal iniciadas como hobby, assim como na Masc Beer. Uma delas é a Hespanha Brewery. Depois de comercializar de forma amadora em Paranaguá desde 2014 e conviver com membros de confrarias e outros produtores nos últimos anos, a marca passou a produzir de forma cigana. No ano passado, a Hespanha Brewery ficou no top 5 das melhores cervejarias do Brasil pelo Untappd (aplicativo de avaliação de cervejas), exportou três estilos para a Holanda e foi premiada com 2 estilos no Festival de Blumenau.

“Os feedbacks positivos nos incentivaram a estudar mais e se aprofundar, principalmente nos estilos de fermentação mista e sour (as cervejas azedas, com frutas), no qual somos especialistas. Ganhamos um concurso local, que resultava numa produção de 500 litros e, desde então, passamos a produzir comercialmente como ciganos”, conta João Paulo Hespanha, um dos sócios da marca. Atualmente, a Hespanha Brewery produz cerca de 2,5 mil litros por mês.

O sócio-proprietário da Ignórus, José Marcelo Popi, afirma que a marca valoriza a cultura cervejeira do “beba local”. “Esta forma de pensar o mercado garante a comercialização de um produto fresco, de melhor qualidade, com bom custo-benefício e ainda valoriza a relação de proximidade entre o consumidor final e as cervejarias. E isto não seria possível sem a contrapartida dos nossos parceiros ‘Ignorantes’”, diz Popi, cuja produção inicial começou como hobby e hoje a marca é amplamente reconhecida, destaque para a cerveja Mutum Cavalo, uma das mais distribuídas e reconhecidas do país.

Um dos criadores e responsável pela “Confraria do Norte” grupo com 40 produtores de cerveja artesanal, John Jefferson Favaro, conta que Gonçalves sempre participou do grupo, onde ganhou o apelido de Mascote, mesmo antes de produzir. “Com o tempo cedeu à pressão e investiu nos equipamentos necessários, se apaixonou pelo hobby e nunca mais deixou de produzir, tornando-se inclusive um ótimo cervejeiro. Um belo dia surpreendeu a todos no grupo ao informar que havia adquirido um Pub de Cerveja artesanal”, conta.

Sobre o Masc Beer Pub

Adriano Gonçalves convivia com produtores homebrew, mas não realizava sua produção própria. Com isso, ganhou o apelido de “Mascote”, pois só degustava das cervejas artesanais. Em 2020, em meio à pandemia, o proprietário desenvolveu mais de 15 estilos de cervejas em 7 meses. Mas decidiu que não queria ficar nisso e abriu o Masc Beer Pub, um espaço para conectar apaixonados por cerveja e aqueles que as produzem.

Confira as torneiras engatadas no Masc Beer: business.untappd.com/boards/48776

Conheça as latas e garrafas disponíveis no espaço: business.untappd.com/boards/52566

 

Amo Curitiba
Rafaela Foggiato
Rafaela Foggiato Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você