[ editar artigo]

Escola em tempo integral desenvolve autonomia

Escola em tempo integral desenvolve autonomia

Devido à rotina intensa, muitas famílias buscam matricular os filhos em escolas que oferecem o ensino integral. Porém, mesmo que muitas vezes seja uma necessidade, que vai facilitar a logística, é comum que alguns pais fiquem em dúvida ao fazer essa opção. Entretanto, é preciso desmistificar algumas ideias negativas sobre a proposta.

O ensino integral oferece um projeto pedagógico para a formação da integridade do aluno, buscando desenvolver diversas habilidades, além de proporcionar um ambiente para as crianças se relacionarem e expandirem os seus conhecimentos. No período em que estão na escola, os estudantes ampliam o seu entendimento sobre o mundo, ganham autonomia, vivenciam experiências dinâmicas e aprendem a comunicar-se em outra língua.

Um dos objetivos do período integral é ser um diferencial potencializador para a aprendizagem significativa. Não é somente uma alternativa para deixar as crianças no contraturno, mas para aprimorar a construção do conhecimento do aluno, oferecendo desenvolvimento de habilidades e conhecimentos que são singulares para a vida.

Idealizado para que o aluno se sinta acolhido, o espaço físico das salas de ensino integral tem o intuito de proporcionar o sentimento de pertença. Os ambientes de aprendizagem, descanso, interatividade e ludicidade são pensados para oferecer ao aluno um local de acolhimento.

Os alunos que frequentam o ensino integral têm contato com conhecimentos além da grade curricular regular. Nessa modalidade, são propostas atividades como aprendizagens por meio de vivências, a interação com o outro e experiências como projetos de investigação. A rotina inclui acolhimento, alimentação, higienização, descanso, trabalho com projetos, programas de esportes e artes, idiomas, brincadeiras livres e dirigidas e jogos.

As atividades esportivas e artísticas desenvolvem o aspecto motor,  a expressão artística e a cooperação com o outro, por meio de práticas como ginástica, dança, circo, jogos, brincadeiras tradicionais, vivência dos esportes coletivos e outras. Aprender uma segunda língua é outro importante benefício oferecido pelo ensino integral, propiciando a expressão diante dos colegas, além da diversão e a interação com a turma, contribuindo para o estabelecimento de vínculos e desenvolvendo a autonomia.

O período integral também auxilia na formação humana do aluno em relação à construção de valores como respeito, simplicidade, solidariedade, espírito de família e espiritualidade por meio de atividades cotidianas, visando a formação íntegra e integral do aluno.

A intenção do período integral é ser um diferencial potencializador para a aprendizagem significativa. O integral não é somente uma alternativa para deixar as crianças no contraturno, mas aprimora a construção do conhecimento do aluno, oferecendo desenvolvimento de habilidades e conhecimentos que são um diferencial para a vida.

 

Suely da Silva Rosa, pedagoga formada pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), com especialização em Psicopedagogia na Centro Universitário de Maringá (Unicesumar), é professora no Colégio Marista de Maringá.

Lorena Faccin Rosa, pedagoga formada pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), é docente-assistente no Colégio Marista de Maringá.

 

Amo Curitiba
Ler conteúdo completo
Indicados para você