[ editar artigo]

Conheça mitos e verdades sobre o câncer na próstata

Conheça mitos e verdades sobre o câncer na próstata

Segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) em 2015, mais de 50% dos homens nunca consultaram um urologista. No mês dedicado à prevenção da doença, especialista responde algumas dúvidas que cercam a doença. 

Mais de 65.800 homens deverão ter câncer de próstata em 2020, de acordo com as estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Em 2018, a doença foi responsável por 15.576 óbitos. Com o início do Novembro Azul — mês de conscientização sobre o câncer de próstata — reforça-se a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença, que ocupa o segundo lugar entre os tipos de câncer mais comuns em homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. 

“O Novembro Azul é tão importante quanto o Outubro Rosa. Os homens são menos conscientes da relevância do exame médico regular, além de serem culturalmente resistentes ao toque retal. Isto dificulta a detecção precoce do câncer de próstata, o que é fundamental para aumentar as chances de cura da doença. Quanto mais cedo o tumor for identificado, mais amplas serão as alternativas de tratamento de acordo com o estágio em que ele se encontra.”, afirma o Dr. Rafael Bruzamolin, Gerente Médico da Lar e Saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, os homens vivem, em média, cerca de 7 anos a menos do que as mulheres. Além disso, cerca de 70% procuram um médico por influência da família. Segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) em 2015, mais de 50% dos homens nunca consultaram um urologista.

“Os homens precisam ser corajosos para aprenderem com as mulheres sobre como cuidar de sua saúde física, mental e espiritual. Devem ser responsáveis para adotar esses cuidados, visando garantir sua qualidade de vida pessoal e familiar.”, ressalta Bruzamolin.

A realização de exames é fundamental para diagnóstico

A combinação de dois exames pode identificar o câncer de próstata: o toque retal, para palpar a próstata e detectar nódulos ou tecidos endurecidos; e a dosagem de PSA, exame de sangue que avalia a quantidade do antígeno prostático específico. O PSA feito de forma isolada, não pode ser a única forma de diagnóstico. Há pacientes que mesmo com níveis normais, apresentam tumores malignos.

A biópsia da próstata(com auxílio da ultrassonografia) é o único procedimento capaz de confirmar o câncer de próstata. Outros exames como tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia óssea poderão ser solicitados pelo médico.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens a partir dos 50 anos procurem um urologista para avaliação especializada. Homens com parentes de primeiro grau que tiveram a doença devem fazê-lo com 45 anos.

Conheça alguns mitos e verdades sobre a doença

Apesar de ser rápido e indolor, o exame de toque retal ainda é visto com muita resistência, o que dificulta o diagnóstico e o tratamento precoce do câncer de próstata. Pensando nisso, separamos alguns mitos e verdades para você saber mais sobre o assunto.

PSA alto significa ter câncer de próstata. PSA baixo significa estar livre da doença
Mito. Doenças benignas como a prostatite e a hiperplasia prostática elevam os níveis de PSA. Estima-se que 15% dos homens com câncer de próstata tem níveis de PSA normais. Em ambos os casos é importante realizar uma avaliação especializada e individualizada com médico urologista, antes de entrar em pânico ou comemorar.

Todos os casos necessitam, obrigatoriamente, de tratamento
Mito. O tratamento e as formas de controle da doença devem ser avaliados individualmente entre o médico e o paciente. Por exemplo, quando um tumor foi identificado em estágio inicial e é pouco agressivo, o monitoramento e o acompanhamento médico podem ser a melhor indicação.

Quem tem câncer de próstata sempre apresenta sintomas
Mito. Nos estágios iniciais, raramente o câncer de próstata é acompanhado por sintomas. Conforme a doença avança, alguns sinais aparecem, como dificuldade de urinar, diminuição do jato de urina, sangue na urina ou necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite. Mas esses sintomas são comuns também na hiperplasia prostática, que é uma doença benigna da próstata.

A atividade física é importante para prevenção do câncer
Verdade. Realizar exercícios regularmente é fundamental para uma boa saúde como um todo e, no caso do câncer de próstata, não é diferente. Se por um lado o sedentarismo e a obesidade estão ligados ao surgimento da doença, por outro, praticar atividades físicas causa o efeito contrário, pois reduz o estresse, melhora a imunidade, regula os níveis hormonais e ajuda no controle de peso.

É uma doença de idoso
Mito. Apesar de ser uma doença que prevalece na população mais velha, 40% dos casos são diagnosticados em homens mais novos, ainda que seja rara antes dos 40 anos. De qualquer forma, a recomendação é procurar um especialista para uma avaliação individualizada.


Sobre a Lar e Saúde
A Lar e Saúde presta cuidados em Atenção Domiciliar no Brasil todo desde 2002. Suas equipes são formadas por profissionais de saúde especializados, capazes de prover tratamento personalizado e humanizado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você