[ editar artigo]

Como escolher a profissão ideal?

Como escolher a profissão ideal?

Confira 4 dicas fundamentais que poderão ajudar você a escolher uma carreira condizente com o seu perfil.

 

Raphael Moroz (@psi.raphaelmoroz)

 

O LinkedIn divulgou este ano uma lista de empregos com alta demanda nos últimos cinco anos. Compõem a lista os 25 cargos que tiveram maior crescimento na base de dados da rede social entre janeiro de 2017 e julho de 2021. Entre as posições mais visadas, estão as de recrutador especializado em tecnologia, engenheiro/cientista de dados, gestor de tráfego e pesquisador em experiência do usuário.

 

Diante desse cenário, pode-se dizer que o terreno está fértil para quem deseja iniciar uma carreira nessas áreas ou mudar de trabalho. Mesmo assim, a ansiedade e a insegurança são sintomas bastante comuns entre as pessoas que desejam dar esses importantes passos na vida profissional. Perguntas como “qual é a primeira coisa a se fazer para realizar uma transição de carreira?” e “como saber se a minha decisão está adequada?” são frequentes.

 

A escolha de uma profissão é uma das decisões mais importantes da vida, já que passamos grande parte do nosso tempo semanal trabalhando. Nesse sentido, um levantamento da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revelou que a quantidade média de horas trabalhadas por semana no Brasil é de 39,5. O país ocupa a 10ª posição no ranking dos países cujas populações passam mais horas no trabalho por semana.

 

Para que façamos uma escolha assertiva em relação à carreira, precisamos direcionar o nosso olhar tanto para dentro quanto para fora. É fundamental, então, termos um bom nível de autoconhecimento e compreendermos a dinâmica do mercado de trabalho. O autoconhecimento voltado à escolha profissional deve envolver, acima de tudo, a consciência sobre a nossa personalidade e sobre as habilidades e os interesses profissionais que possuímos.

 

Já no que diz respeito ao mercado de trabalho, é válido realizar um levantamento sobre aspectos como o perfil e as habilidades exigidas para as profissões visadas, bem como sobre as eventuais vantagens e desvantagens de cada carreira. Confira algumas dicas que poderão ajudar você a escolher uma carreira condizente com o seu perfil:

 

  • ‘Conhece a ti mesmo(a)’: como você já sabe, o autoconhecimento é fundamental durante o processo da escolha profissional. Para ser um(a) expert sobre você mesmo(a), vale pedir feedbacks sobre os seus pontos fortes e as suas limitações para pessoas que te conhecem bem, realizar leituras voltadas ao tema e participar de um processo terapêutico.

 

  • Busque informações sobre as profissões visadas: quanto mais você souber sobre a realidade e a rotina das profissões, mais seguro(a) estará para tomar a sua decisão. Outra dica importante é conversar com profissionais atuantes para descobrir os prós e contras das carreiras que está cogitando.
  • Desenvolva um planejamento de carreira: organizar o seu processo de escolha profissional é a chave para ter a situação sob controle. É importante, então, que você divida as tarefas a serem realizadas em etapas e estabeleça prazos para concluí-las.

 

  • Faça networking: a empregabilidade depende, em grande parte, de indicações e parcerias de profissionais influentes em suas respectivas áreas de atuação. Por isso, comece o quanto antes a estabelecer relacionamentos duradouros com pessoas estratégicas em relação à sua (futura) profissão.

 

 

 

(*) Raphael Moroz é jornalista e psicólogo e possui mestrado em Comunicação e Linguagens. Atua como psicoterapeuta, orientador de carreira e professor-tutor do curso de graduação em Marketing Digital do Centro Universitário Internacional Uninter.

Amo Curitiba
Danieli Crevelaro
Danieli Crevelaro Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você