Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Audiba registra crescimento de 80% nos atendimentos domiciliares em meio à pandemia

Audiba registra crescimento de 80% nos atendimentos domiciliares em meio à pandemia
Mellanie Anversa
abr. 26 - 3 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

Visita de fonoaudióloga para consultas com usuários de aparelhos auditivos aumentou no período de necessidade de isolamento social; serviço é gratuito aos pacientes da empresa

A Audiba, empresa paranaense de aparelhos auditivos, registrou crescimento nos atendimentos residenciais ao longo do período de pandemia. A empresa, que realiza o procedimento desde o início de suas atividades, viu as solicitações de acompanhamento domiciliar saltarem cerca de 80% ao longo desse mais de um ano de isolamento social necessário.

O Paraná responde hoje por mais de 883 mil casos de Covid-19, com 19.073 mortes. No momento, a capital Curitiba se encontra em bandeira laranja, com algumas atividades e serviços em funcionamento com regras menos rígidas – mercados, farmácias, comércios de produtos e alimentos para animais e materiais de construção – e a suspensão de estabelecimentos destinados a eventos culturais, sociais e comerciais, como casas de shows, baladas, congressos, convenções e reuniões com aglomeração de pessoas. Manter o serviço neste período foi a maneira encontrada pela Audiba de prosseguir com os atendimentos oferecendo mais segurança e comodidade a seus pacientes.

As visitas são realizadas com hora marcada. Todos os protocolos de segurança necessários para garantir a segurança e as determinações das autoridades sanitárias são cumpridas à risca pela empresa durante as consultas domiciliares, que duram, em média, meia hora. Uma fonoaudióloga faz até cinco atendimentos diários. Nesse serviço, faz as adaptações e ajustes necessários, realiza a troca de baterias, se for o caso, a higienização da prótese e esclarece eventuais dúvidas dos usuários quanto ao uso do material. Todo o procedimento é gratuito. O paciente da Audiba paga apenas pela substituição de baterias e por demais equipamentos que necessitem de reposição.

A rede trabalha com soluções em tecnologia e aparelhos auditivos em todos os níveis, desde perda de audição leve a mais profunda. A demanda pelos atendimentos em domicílio, uma tradição da Audiba, começou a registrar crescimento a partir de março do ano passado, sobretudo entre a terceira idade, devido à pandemia do novo coronavírus. 

“Realizamos o projeto de atendimento domiciliar desde o início das atividades da Audiba”, explica Márcia Bonetti, fonoaudióloga e responsável técnica da empresa. “O atendimento domiciliar é feito com todos os nossos pacientes que já fazem uso de aparelho e que precisam de acompanhamento”, informa.  Somado ao atendimento domiciliar, a empresa faz o acompanhamento dos pacientes também via WhatsApp.

Hoje, o modelo de atendimento residencial está disponível em Curitiba e em todos os municípios da Região Metropolitana da capital do Estado. Ao todo, são cinco consultas diárias realizadas pela Audiba, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, a empresa oferece atendimento presencial nos endereços no bairro do Portão, e também em Campo Largo e Araucária.

O trabalho de reabilitação auditiva, por meio da adaptação com aparelhos auditivos, significa devolver qualidade de vida ao paciente. Por isso, o conceito do atendimento da Audiba é o de tornar viável o acesso às tecnologias disponíveis para todas as classes sociais. ”Quando  trabalhamos com saúde, jamais podemos fazer distinção de quem pode ou não voltar a ouvir”, resume Marcia. “O atendimento é igual para todos os pacientes, e o pós-venda é presente, a partir do trabalho de uma equipe treinada para esse tipo de serviço”, destaca Márcia. 

 


Denunciar publicação
0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você