[ editar artigo]

Ação contra assédio em escola é organizada pelos próprios alunos

Ação contra assédio em escola é organizada pelos próprios alunos

“Brigada do Bullying”, criada por estudantes do 9º ano, tem como objetivo auxiliar em estratégias de combate à prática de atos violentos que causem danos físicos ou psicológicos

Estudantes do 9º ano da Escola Atuação, no bairro Santa Quitéria, lançaram a “Brigada do Bullying”: um extenso projeto que visa orientar as crianças, desde a primeira infância, a não entenderem o bullying como algo normal.

“A ideia surgiu a partir de um problema que aconteceu com algumas meninas e um menino”, conta Bernardo Borges, de 14 anos de idade. “No fim do ano, estamos planejando chamar alguns alunos do futuro 9º ano para dar continuidade no projeto”, complementa Pedro Buco, também estudante.

A Brigada é formada por uma comissão de estudantes que vão traçar estratégias de combate à prática de atos violentos, intencionais e repetidos, contra uma pessoa indefesa, que podem causar danos físicos e psicológicos às vítimas.

Os monitores, definidos pelos próprios colegas, irão às salas todo mês para entregar papéis em que os alunos possam, por escrito, descrever quaisquer problemas que estejam acontecendo. No dia a dia, os estudantes da Brigada usam crachás para serem identificados e acionados por quem estiver precisando de ajuda.

Sobre a Escola Atuação

Com duas sedes, localizadas nos bairros Santa Quitéria e Boqueirão, a Escola Atuação é referência em Curitiba por seu projeto pedagógico diferenciado, que aposta na criatividade e na responsabilidade para oferecer um ensino completo a seus alunos, que vão do Maternal I ao nono ano do Ensino Fundamental, há mais de 30 anos. A instituição oferece aulas de informática, judô/dança, culinária, jardinagem e atividades na Cidade Mirim, construída no próprio terreno da escola, e fazenda localizada na Região Metropolitana de Curitiba. Saiba mais: www.escolaatuacao.com.br

Ler conteúdo completo
Indicados para você