Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

A origem do bouquet de noiva. Fazer planos durante a pandemia ajuda na manutenção da saúde mental

A origem do bouquet de noiva. Fazer planos durante a pandemia ajuda na manutenção da saúde mental
Tatiane Macedo
mai. 20 - 2 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

Em tempos de confinamento temos que focar em coisas boas e uma delas é o planejamento do tão sonhado casamento. Um ponto chave que chama muito a atenção é o bouquet. Algumas noivas preferem inclusive fazer dois: uma para a entrada e outra para ser jogado para as solteiras na festa.

Mas de onde surgiu a tradição do bouquet? Pesquisamos sobre a origem e achamos algumas informações interessantes.

Resumindo: ele traz sorte, deixa um cheiro bom e se colocar açúcar adoça a noiva durante o casamento.😂😂

E você? Qual o seu preferido??

******************

GRÉCIA: Antigamente era feito de ramos de ervas para atrair bons fluidos e afastar o mau-olhado.

IDADE MÉDIA: No trajeto até a igreja as noivas iam recebendo flores, ervas e temperos para atrair sorte e felicidade.

ÉPOCA VITORIANA: Como era impróprio falar sobre sentimentos, usavam os significados das flores para se expressar.

SECULO 15: Como tomar banho diariamente é um conceito relativamente recente, os bouquets serviam para disfarçar o odor corporal.

Polônia: acreditava-se que, colocando açúcar no buquê da noiva, seu temperamento se manteria "doce" ao longo do casamento.

JOGAR O BOUQUET
A tradição surgiu no século XIV, em terras francesas. Com a valorização dos vestidos, o costume passou a substituir um outro ainda mais antigo, o de arrancar pedaços do vestido da noiva para atrair sorte e amor. 😲😲😲😲
Desde então, aquela que consegue pegar o buquê da noiva é, segundo a crença, a próxima sortuda a se casar. Tudo isso sem precisar estragar o vestido, que hoje em dia pode ser alugado ou guardado para as próximas gerações.

 


Denunciar publicação
0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você