[ editar artigo]

A importância das Ligas Acadêmicas e o estímulo da pesquisa no ensino superior

A importância das Ligas Acadêmicas e o estímulo da pesquisa no ensino superior

A existência das ligas acadêmicas é importante para formação do aluno, pois oferecem a oportunidade de desenvolvimento e amadurecimento científico avançado. Por ser uma associação civil e cientificamente livre, tem um caráter especial, o de aproximar ainda mais os trabalhos de extensão com a sociedade, com ganho de qualidade. A Liga Acadêmica pode funcionar como embrião intelectual e científico de ferramentas utilizadas em trabalhos de extensão, além de servir como consolidação do desejo de especialização em uma determinada área do aluno. Através de estudos orientados por professores e profissionais convidados o aluno irá focar em sua área de preferência, podendo aprofundar os estudos e começar a vislumbrar o que fará após a conclusão de sua graduação. Pensando na parte prática e profissionalizante, as ligas estimulam uma maior interação entre os alunos que tem interesse nas mesmas áreas, favorecendo o network, que faz toda a diferença ao se colocar no mercado. 

No âmbito universitário, os processos de pesquisa são sempre levados muito a sério, ainda mais, quando são diretamente criados por um curso de graduação que dá a sua base e sustentação e, em especial, buscam as finalidades para tal. O Centro Universitário Internacional Uninter, através da Escola Superior de Saúde, promove o processo de ensino e aprendizagem mediados por tecnologias, aulas presenciais e práticas de laboratório, objetivando estimular o aluno a conhecer a teoria e colocá-la em prática.

O curso de Biomedicina acaba de dar início ao trabalho de duas Ligas, inicialmente compostas apenas por alunos da instituição, no primeiro ano, e a partir do segundo, será aberta a todos os estudantes externos interessados. Porque duas ligas? Devido ao interesse dos próprios alunos, da coordenação de curso e da direção da Escola. A primeira liga está relacionada à característica do profissional biomédico como laboratorista, a Liga Acadêmica de Diagnósticos Avançados Uninter (LADAU) irá estudar e discutir em diferentes áreas, métodos de diagnóstico laboratorial ou relacionados às habilitações biomédicas.

A segunda, estuda a Estética Avançada, uma vez que a Biomedicina foi a primeira profissão a regulamentar o uso de procedimentos minimamente invasivos e de forma reconhecida pelo mercado são os profissionais mais procurados. A Liga Acadêmica de Biomedicina Estética Uninter (LABEU) irá estudar e discutir os procedimentos realizados por profissionais Estetas, discutindo condutas, reconhecimento e ação em intercorrências e metodologias, tudo baseado em literatura especializada, promovendo a imersão do aluno ainda na graduação.

Os processos e o estímulo a pesquisa promovem o intercâmbio de informações e serão decisivos na formação. A Escola Superior de Saúde da Uninter dará todos os incentivos e o estímulo às novas pesquisas e colocará as revistas científicas a serviço das publicações exitosas e do fomento à participação dos alunos, professores e comunidade externa nos eventos que serão promovidos pelo curso de Biomedicina. É uma relação de grande envergadura com incremento no processo de aprendizagem, acreditamos muito nessas iniciativas e nos novos modelos e métodos de educação que virão pós pandemia.

 

Autores:

Benisio Ferreira da Silva Filho é coordenador do Curso de Biomedicina do Centro Universitário Internacional Uninter.

Nathaly Tiare Jimenez da Silva Dziadek é biomédica, habilitada em Análises clínicas, especialista em Biomedicina Estética, tutora do Curso de Biomedicina do Centro Universitário Internacional Uninter.

Rodrigo Berté é diretor da Escola Superior de Saúde do Centro Universitário Internacional Uninter.

Amo Curitiba
Ler conteúdo completo
Indicados para você